Como comprar sua passagem aérea

 

A compra da passagem aérea é um dos custos que mais pesam na viagem, e apesar de parece ser uma etapa simples, já definiu vários dos nosso destinos ($$$). Tudo porque as passagens podem ter uma variação de preço muito grande, caso você viaje em baixa ou alta temporada, consiga pegar uma promoção ou seja espertinho com algumas dicas! Então vamos tentar te ajudar a diminuir esse custo  🙂 

Onde pesquisar?

Além dos sites das próprias companhias aéreas, há uma infinidade de buscadores de passagens que comparam os preços entre diversas companhias aéreas e sites que funcionam como agências virtuais. O que indicamos aqui é fazer uma busca em vários sites, pois são frequente situações que vemos as mesmas passagens por preços variados nos buscadores e, até mais caras, no próprio site da cia aérea. Já ocorreu também situações de vôos que aparecem apenas em um determinado buscador, enfim, pode acontecer de tudo. Não sabemos realmente como funciona essa filtragem geral, então vale dá uma verificada de preço e checar se você não encontra a passagem por um preço mais acessível.

Os buscadores funcionam apenas para fazer a comparação do preço e te redirecionam para o site da venda da passagem. Há também os sites que funcionam como agências de turismo virtuais, que intermedeiam a venda da passagem da companhia aérea, efetuando toda a negociação. Fiquem alerta que normalmente o preço que você observa nos buscadores e agências virtuais não é o preço real, pois aquele é o preço base da passagem, ainda vão entrar as taxas da cia aérea ou da agência. Se sua passagem for internacional, também é importante ficar de olho se a cobrança será feita em moeda estrangeira, porque isso pode fazer diferença em seu orçamento.

Ultimamente, também estão sendo bem utilizados sites que emitem passagem através da compra e venda de milhas. Quando você entra no site e faz a busca pela passagem que deseja comprar, o sistema traz os preços dos vôos nas companhias aéreas e também o preço dos mesmos voos emitidos com milhas dos vendedores cadastrados no site. Já fiz alguns teste e de fato você consegue verificar quais são os melhores preços e dá pra aproveitar umas boas oportunidades assim. Os mais conhecidos são o Max Milhas e o 123 Milhas.

Portanto, a dica fundamental: pesquisar sempre! Não deixe de comparar os preços no site oficial da companhia aérea com qualquer agência virtual que esteja comprando. Sempre faça comparações, a busca pelo menor preço só irá trazer benefícios pra você 😉

A nossa experiência e indicações

Expedia–  Funciona como agência virtual e, apesar de não ser muito conhecido no Brasil, já tivemos duas ótimas experiências. O Expedia permite buscar com múltiplos destinos e na nossa viagem em 2016 para Paris, Londres e Amsterdã, encontramos o melhor preço lá do que em outros sites. Olhamos no site da companhia área que viajamos e não aparecia o voo e nos outros buscadores não aparecia o mesmo preço. Ficamos meio receosos por nunca termos comprado por agência virtual e pelo Expedia ser pouco conhecido e utilizado, mas arriscamos e deu tudo super certo. Esse ano, novamente tivemos um bom preço por lá e compramos  uma viagem internacional para Santiago e Montevidéu, não tendo nenhum problema. O melhor de tudo é que todos os trechos que você compra (na última viagem foram 4 trechos diferentes) são interligados, então caso tenha algum problema, a cia aérea tem a responsabilidade por arcar com o custo financeiro e de logística.

Edreams– A mesma situação que a relatada acima, encontramos o preço da passagem abaixo de todos os outros sites, inclusive que o próprio site da cia aérea. Ainda não fiz essa viagem, então não posso dá o feedback completo, mas já adianto pra vocês as situações que aconteceram até agora.  Compramos uma passagem internacional e na hora de finalizar aparece o valor aproximado em reais para você ter noção, mas fica o alerta que a Edreams cobra em euros (já sabia disso), por isso na sua fatura do cartão de crédito vai ter a cobrança do IOF, dai você tem que pesar se vale a pena (pra mim valia). Na hora de efetuar a compra esqueci que o cartão tinha que está habilitado para compra internacional, pois funciona de fato como uma agência internacional. Então recebi um email depois informando que meu cartão tinha sido negado e um telefone com ddd de SP para entrar em contato. Logo quando liguei um atendente virtual pediu vários dados até me transferir para uma pessoa, a qual passei meia hora esperando na linha até consegui falar. Por causa de um problema meu, tive que ligar novamente para a central e passei mais meia hora para falar (péssimo!) com uma pessoa. Fora essa demora insuportável, fui muito bem atendida quando consegui o contato, uma atendente falando em um espanhol entendível pegou todos os dados do meu cartão, na mesma hora autorizou a compra, mandou as passagens para meu email e resolveu tudo. Então fiquei bastante satisfeita por não ter tido maiores problemas! Além disso, a cia aérea fez algumas alterações de horário em nosso voo duas vezes e fomos avisados sempre por email de todos os detalhes. Ponto pra isso também! O restante do feedback fica pra volta da viagem, em novembro 😉

Kayak– Um dos buscadores que sempre utilizo, ele ajuda demais a comparar o preço entre as diversas agências virtuais no mundo todo. Lá você seleciona o voo e ele vai redirecionar para o site das agências onde você efetuará a compra. O Kayak facilita demais a sua busca e tem um sistema que permite criar um alerta de preços que podem ser enviados para o seu email quando um determinado voo que você selecionou estiver com um preço mais baixo. Também tem um ótimo mecanismo de busca por data, em que você coloca o mês da viagem ou a estação do ano (ex: inverno 2017) e ele mostra um mapa com os preços de passagens para aquela época em todo o mundo. 

Skyscanner– Tem um mecanismo de busca semelhante ao Kayak. Você pode colocar seu ponto de partida e o mês que deseja viajar e ele te mostra um mapa com o preço de passagens do mundo todo. Além disso, tem o buscador normal de passagens, que sempre aparecem preços bons e te ajudam muito no direcionamento

Decolar– Um dos sites mais utilizados para a compra de passagens, pois é de fácil utilização e busca. Particularmente, basicamente utilizamos ele para comparar o preço da passagem entre as companhias aéreas nacionais (as internacionais são mais limitadas) e depois efetuamos a compra no site da própria cia, porque em todas as vezes a Decolar teve um preço maior quando acrescia várias taxas bem altas. Porém, muita gente utiliza para efetuar a compra mesmo. Então vale você fazer essa comparação.

Deixamos claro aqui que nenhuma empresa é 100%, então apesar de nossas boas experiências, tenham sempre cuidado e fiquem de olho para exigir seus direitos.

Com quanto tempo de antecedência comprar?

Aqui vale aquele ditado: “Nem 8, nem 80”. Se você comprar com muita antecedência, tipo 1 ano, provavelmente estará pagando um preço mais caro e corre o risco maior de ter alterações no seu voo, já que muita coisa pode acontecer nesse período de 1 ano. Se você também comprar com 1 mês de antecedência uma viagem internacional pode correr o risco de pagar um preço bem maior ($$$) nessa passagem. Então, fique de olho nas promoções que aparecem pra aquele destino que você está querendo visitar. Indico bastante 2 sites que estão sempre divulgando todas as promoções nacionais e internacionais possíveis e imagináveis! Rsrsrs. O Melhores Destinos tem o site, redes sociais e o aplicativo que estão sempre alertando sobre passagens aéreas promocionais e dicas para economizar referente a passagens. O Passagem Imperdíveis também utiliza o site e as redes sociais para divulgar as promoções de passagens. Eles são extremamente rápidos e conseguem detectar promoções do além que nós meros mortais jamais acharíamos sozinhos! Rsrsrs. Então pra quem tem condições de comprar passagens sem muita organização de data, é sempre bom acompanhar esses sites e aproveitar promoções, que geralmente aparecem com até uns 6 meses da data da viagem.

No resumo da história, não gostamos de definir um tempo certo de comprar, o que importa é que você seja razoável e e veja se o preço está de acordo com o que você deseja. Vamos passar pra vocês a nossa experiência. Em viagens nacionais, é tranquilo comprar passagens com 2 meses, 1 mês de antecedência, principalmente, se for uma capital, onde normalmente existem vários vôos em várias companhias. Agora, se você tem um horário apertado de viagem, precisa ir no dia X, pra um casamento no horário Y, é claro que o ideal é comprar com  uma antecedência maior, pois você tem uma restrição bem maior de voos. Então depende muito das suas escolhas e do que as companhias oferecem, isso tudo você precisa pesquisar. Para voos internacionais, normalmente compramos com uns 2 meses de antecedência, isso porque costumamos viajar em baixa temporada. Se você viajar em alta temporada ou épocas de feriados, natal, réveillon,  ai a antecedência tem que ser muito maior para que você não corra o risco de ficar sem seu voo.

Como comprar passagem ida e volta por destinos diferentes?

Esse tipo de passagem é normalmente chamado “múltiplos destinos” e não é em todo site que você consegue pesquisar desta forma (algumas cias aéreas impossibilitam no site oficial). Porém, na maioria dos buscadores, há como selecionar essa opção na busca. Sem dúvida, vai facilitar muito se sua viagem for longa e incluir pelo menos 3 cidades, pois você vai poder chegar pela cidade A e voltar para sua cidade natal pela última cidade que você visitou, o que torna sua viagem bem menos cansativa, gasta menos tempo (fator importante demais) e os custos normalmente são equivalentes. Exemplo: Ano passado fui de Recife para Paris e a volta foi de Amsterdã para Recife, porque os trechos internos fizemos com vôos internos e trem. Ou seja, muito mais prático do que ter que sair de Amsterdã pra Paris e voltar para Recife.

Também é interessante você comprar múltiplos destinos por uma mesma companhia aérea internacional porque mantém a franquia de bagagem internacional em todos os trechos e você não precisa se preocupar em estar viajando com uma mala pequena, o que não aconteceria se você comprasse algum trecho interno em companhias nacionais do seu destino.

Como escolher a tarifa?

Existem diversas tarifas de passagem e a gente tem o costume de ir logo na mais barata, claro!

Porém, hoje em dia com essas restrições nas bagagens, principalmente de passagens nacionais, é necessário ter cuidado redobrado, pois as tarifas mais baratas normalmente só permitem uma bagagem de mão. Então veja o que se adequará melhor a sua programação, quanto de bagagem você pretende levar em sua viagem. Por exemplo, companhias low-cost da Europa restringem muito a bagagem que pode ser levada e quando você vai comprar a passagem precisar prestar atenção a esse detalhe. Pode compensar pagar uma passagem mais cara do que pagar excesso de peso! 

Verifique também a regra de cancelamento e troca da passagem para a tarifa que você estiver comprando, pois hoje em dia tem passagens mais básicas que não direito a nada! Então, fiquem de olho em todos esses detalhes e vejam o que se encaixa melhor em seu perfil de viagem.

 

Ficou alguma dúvida ainda? Algum tópico não foi abordado e você quer saber? Quer compartilhar sua experiência? Deixa aqui em em nossos comentários que respondemos com prazer! :heart:

Laís   

Já curtiu nosso instagram para acompanhar mais dicas? Clica aqui! 😉

Quer ajudar nosso blog? Faz a reserva pelo Booking clicando aqui ou na caixa de pesquisa ao lado! 😉

22 Replies to “Como comprar sua passagem aérea

    1. Pois é Lidiane, esses sites de milhas são mais uma oportunidade para economizarmos! Já ouvi falar muito bem do Google flights, porém ainda não utilizei. Obrigada pela visita 🙂

  1. Pois é, encontrar passagens baratas dá trabalho. Mas é um trabalho que adoramos fazer, né? Nunca usei o site Expedia, mas da Edreams não tenho uma opinião muito positiva. Excelentes dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *